quarta-feira, 3 de junho de 2015

VIOLAÇÃO DE DIREITOS HUMANOS NO MARANHÃO SERÁ DENUNCIADA NA ONU

HILDO ROCHA COM O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E MINORIAS
O deputado federal Hildo Rocha solicitou ao Conselho Nacional de Segurança Pública que tome as providências necessárias para impedir que pessoas não qualificadas e não habilitadas exerçam irregularmente a atividade policial no Maranhão.

O pedido foi motivado por um episódio que o parlamentar classificou como um dos mais bárbaros já ocorridos no Maranhão. O fato aconteceu na cidade de Vitória do Mearim quando um vigilante executou uma pessoa em praça pública. O autor do crime atua na cidade como se fosse policial.

Durante pronunciamento na tribuna da Câmara Rocha disse que os serviços de segurança pública estão sendo terceirizados pelo governo. “O que aconteceu com Irinaldo Batalha, lá em Vitória do Mearim, é culpa do Governo do Estado, Espero que as providências sejam tomadas pelo o Governador Flávio Dino”, disse o parlamentar.

A denúncia foi entregue nesta terça (02) ao presidente Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, deputado Paulo Pimenta (PT/RS).

Rocha afirmou que irá encaminhar as denúncias para a OAB; para a Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República; para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); para o Procurador Geral da República e também para o Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

  Assista o pronunciamento do deputado federal Hildo Rocha sobre a violação dos Direitos Humanos
 
                                  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Atenção! Identifique-se para que os seus comentários sejam publicados; comentários abusivos, desrespeitosos e anônimos serão deletados. Nem tente.